Prever Novo
  • O vereador Celso Hruschka (PMDB) está inconformado. Graças a uma súmula dos vereadores Edson Battilani e Izael Skowronski, ambos do PPS, ninguém mais na Câmara pode apresentar requerimento pedindo à prefeitura informações sobre contratos com a Esteio Engenharia e Aerolevantamentos. A súmula vale por 90 dias. Prazo suficiente para o assunto esfriar, não?...
    Comentário(s)
  • Unicampo - Solidário

  • Outra do Isidoro. Ele conseguiu aprovar uma indicação sugerindo que os médicos formados em universidades públicas sejam obrigados a prestar serviços de graça por um pequeno período em postos de saúde. É só uma sugestão. Mas se pagando tem uns que não atendem direito, imaginem de graça...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Só para se ter uma idéia do clima, tanto antes como depois da votação foi a maior correria entre vereadores pelos corredores da Câmara. Mais: a sessão terminou à 0h30 e até à 1 hora ainda tinha uma rodinha de vereadores em frente à Câmara. Um cobrando o outro. Um se justificando para o outro. tem "nobre edil" que não deve ter dormido esta noite...

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • Mudando de assunto: o vereador Isidoro Moraes (PSL) apresentou ontem indicação sugerindo ao prefeito Tauillo Tezelli (PPS) que acabe com as gratificações dadas aos secretários municipais. Com isso, o salário deles cairia de R$ 2,9 mil para R$ 1,45 mil. Alguém já avisou o vereador que assessor da Câmara também tem gratificação?...

    Comentário(s)
  • Carlos Dubay

  • O gerente da Brascan Energética, João Robert Coas, é o convidado da sessão especial que a Câmara de Campo Mourão realiza hoje à noite. A Brascan é a empresa responsável pela construção da Usina Salto Natal, a nova usina hidrelétrica que será construída no município. Portanto, a reunião promete ser "chocante"...


    Comentário(s)
  • Farol - Dengue maio 2020

  • O projeto que reduziu as diárias volta hoje à noite para a segunda votação. Com isso, já dá para imaginar que o dia será agitado pelos bastidores do legislativo. Vai que, de repente, dois vereadores que votaram favoráveis à redução fiquem doentes. Com esse frio, sempre aparece um resfriadinho...

    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • A turma que não queria mexer com os valores das diárias também está "de mal" com o vereador Walter Zamoro (PPS). Eles não entenderam porque Zamoro votou contra o pedido de vistas apresentado por Juvenal Vieira (PPS). Depois até que Zamoro votou contra a emenda do PV, mas já era tarde. Há quem aposte que o vereador votou por engano contra as vistas. Mas "herrar é umano"...

    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • Só para todo mundo entender: até ontem, cada vereador tinha direito a diárias de R$ 221 quando as viagens eram para fora do Paraná e a R$ 119 em viagens dentro do Estado. Agora caiu tudo para R$ 145. O pessoal do PV fez as contas e descobriu que isso pode gerar uma economia de R$ 120 mil. Ih, dá até para montar uma funerária...

    Comentário(s)
  • Terra FM

  • Detalhe: A redução das diárias só passou porque o vereador Sidnei Jardim (PPS), que era publicamente contra mexer com o assunto, não compareceu à sessão de ontem. Jardim está em São Paulo participando de um curso. Ironia do destino: foi usar diárias e agora vai ficar com menos diárias. Castigo...

    Comentário(s)
  • Se Sidnei Jardim estivesse presente à sessão de ontem, a proposta terminaria empatada em 8 a 8. Aí, o desempate ficaria com o presidente Izael Skowronski (PPS). Izael até que gostou da emenda do PV, mas como co-autor do projeto da mesa, por ética, ele votaria contra a emenda. Não é por nada, não, mas essas diárias de Jardim fizeram um bem danado ao povo de Campo Mourão...

    Comentário(s)
  • O vereador Edson Battilani nega essa versão. Ele disse que tinha o compromisso apenas de votar favorável a um pedido de vistas por três sessões que seria apresentado (como de fato foi). O problema é que, mesmo com o voto de Battilani, o pedido de vistas foi rejeitado por 8 a 7. É, ontem tinha alguma coisa muita estraha naquela Câmara...

    Comentário(s)
  • Para os sete vereadores acima, a "culpa" da redução das diárias é do vereador Edson Battilani (PPS). Eles acusam o Battilani de não ter cumprido um acordo que era votar pela aprovação do projeto da mesa (aquele da média de R$ 170 e da manutenção das 16 diárias anuais). Aliás, é bom Battilani não precisar do voto desses vereadores tão cedo...

    Comentário(s)
  • A proposta que iria para votação ontem era para fixar as diárias pela média (R$ 170) e manter as 16 diárias por ano para cada vereador. Em cima da hora, porém, a bancada do PV veio com uma emenda. E não é que ela foi aprovada?. Tem vereador até agora tentando achar uma explicação para o fenômeno. Freud se estivesse vivo, quem sabe...

    Comentário(s)
  • Votaram contra a emenda que reduziu as diárias os vereadores Maria Verci Ribeiro (PL), Walter Zamoro (PPS), Juvenal Vieira (PTB), Geraldo Pedro Sacramento (PSL), Salvador Martins (PSL), Janir Luiz "Branco" Barbosa (PSB) e Luiz Carlos Kehl (PFL). Para esses, pior do que ser voto vencido é ter se queimado perante a população. Ah, mas a eleição ainda demora um pouco...

    Comentário(s)
  • Mais uma coisa: a partir da aprovação desta madrugada, o valor das diárias terá que custear não só despesas de alimentação e hospedagem, como também com táxis. Até então, táxi era pago separado. Ah, mas é bom usar uma Mercedes do transporte coletivo urbano de vez em quando para ver o que é bom...

    Comentário(s)
  • Para surpresa geral da nação, a Câmara de Campo Mourão aprovou por 8 a 7, em sessão que só acabou às 0h30 de hoje, a redução das diárias dos vereadores. A partir de agora, as diárias serão de R$ 145 para todo mundo (vereador, assessor ou servidor) e para qualquer lugar (intermunicipal ou interestadual). Mas foi só acabar a sessão e começou a relampear...

    Comentário(s)
  • Além dos valores, a Câmara também aprovou a redução do número de diárias que cada vereador tem direito. Eram 16, agora serão 10. Mais: quem pegar diária terá que usar a tribuna da Câmara, durante a sessão, para dizer o que foi fazer fora da cidade. Se for curso, tem que falar sobre o que aprendeu. Ai-aiai-aiai! Desse jeito acaba vindo um dilúvio por aí...

    Comentário(s)
blz.com.br