Unicampo - Vestibular 2021 inverno
  • A história do motorista José Paulo da Cruz, que estaria de “castigo” na prefeitura de Farol pelo fato de, há dois anos, ter denunciado o prefeito Edson Martins, continua dando o que falar. E como “Boca Santa” mata a cobra e mostra a cobra morta, olha aí o servidor de braços cruzados no pátio do almoxarifado da prefeitura, esperando o serviço que nunca vem. A prefeitura diz que ele é motorista plantonista e tem que ficar esperando mesmo. São R$ 215 por mês para não fazer nada. Ah, é o nada mais bem pago da região...

    Comentário(s)
  • Corpal - Vem aí

  • Não vem
    O prefeito de Roncador, Odilon Andreoli Gonçalves, explicou ontem porque não participou da reunião do Cis-Comcam na sexta-feira. Como ex-presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde, ele era esperado, mas não deu as caras. Gonçalves disse que só volta ao Cis-Comcam depois de uma auditoria. Hummm, pelo menos Tauillo Tezelli nem reclamou a ausência...


    Perseguição
    O irmão de Odilon, o prefeito de Campina da Lagoa, Paulo Gonçalves, voltou a dizer ontem que seu hospital foi descredenciado do SUS por perseguição política. Ele conta que sua família tem hospital desde 1970 e que foi só ele entrar na política, em 1996, para começarem as punições contra o estabelecimento. Viu, virar vidraça é fogo!...


    Sem burla
    Paulo Gonçalves informou que sempre atendeu pacientes de graça e que, por isso, nunca precisou burlar o SUS. Contou que podia se dar ao luxo de escolher qual dos procedimentos cobrar do Sistema Único de Saúde porque fazia 100 atendimentos enquanto tinha autorização do SUS para atender apenas 36. Mas precisa escolher justo os mais caros?...


    Depoimentos
    Uma auditoria feita pelo SUS constatou que o hospital Irmãos Vida, pertecente ao prefeito de Campina da Lagoa, teria cobrado por procedimentos que nunca fez. Isso tudo baseado em depoimentos. Gonçalves, porém, jura que os testemunhos são falsos e que os verdadeiros depoimentos estão sendo dados à Polícia Federal. Hummmm!...


    Governador
    Ninguém precisa ficar sabendo, mas a grande torcida dos irmãos Paulo e Odilon Andreoli Gonçalves é que Álvaro Dias seja eleito governador. É que os dois têm uma bronca danada do ex-secretário Armando Raggio (Saúde) e botam fé que com Álvaro no Palácio Iguaçu tudo pode voltar ao “normal”. Ah, então há um luz no final do túnel...


    Endividada
    Por falar em saúde, fique sabendo que menos de dois anos depois de ser implantada, a maternidade da Santa Casa de Campo Mourão já acumula uma dívida de R$ 100 mil. Ela acabou com o equilíbrio financeiro da instituição. Motivo? O que o SUS paga não cobre os custos dos partos. É prejuízo na certa. E você achando que o Hospital São José estava blefando, hein?...


    Déficit
    O presidente da Santa Casa, Dilmar Daleffe, explicou ontem que um cesariana custa R$ 150 para a Santa Casa. Sabe quanto que o SUS paga? Noventão. Prejuízo de R$ 60 por parto. Isso se tudo ocorrer bem na cesariana. Nos partos normais, o prejuízo é de R$ 25 por nascimento. Como nascem 110 crianças por mês, calcule o rombo. E pense duas vezes antes de ter filhos...


    Desistindo
    A Santa Casa só não parou ainda com a maternidade graças a empréstimos bancários e rolamentos de dívidas. Só que Dilmar Daleffe desanimou. Ele já fala em não ficar na presidência após março de 2003, quando termina seu mandato. Pior: fala até em deixar antes do fim do mandato o cargo que ocupa há 15 anos. Alguém se habilita?...


    Comércio
    A Câmara de Quinta do Sol aprovou anteontem à noite, por 6 votos a 2, o projeto de lei que acaba com aquela proibição do comércio de funcionar às segundas-feiras de manhã. A nova lei diz que o comércio pode abrir de segunda a sexta-feira das 8h às 19h e aos sábados das 8h às 20h. Ih, mas alguém já conversou com os comerciantes sobre um negócio chamado hora extra?...


    Acordo
    O novo horário comercial de Quinta do Sol ainda precisa ser votado mais duas vezes na Câmara e passar pela sanção do prefeito Narcizo Cacilha. Tudo isso já está acordado. Duro é esperar mais duas semanas de portas fechadas às segundas de manhã. Ainda mais para quem sonha com horário livre, como muitos comerciantes da cidade. Humm, não dá para ir adiantando o balanço?...


    Madeira
    Nessa de proibir o comércio de abrir nas segundonas de manhã em Quinta do Sol, sorte do comerciante João Gualberto Libório. Ele é dono da alfaiataria e da funerária da cidade. A alfaiataria não pode abrir na segunda de manhã, mas a funerária pode. Em outras palavras: na segunda cedo Libório não pode vestir ninguém com roupa. Só com um caixotinho de madeira...


    Honorária
    Não esqueça: hoje, às 17h30, tem sessão solene da Câmara de Campo Mourão para entrega do título de Cidadão Honorária à secretária de Estado Fani Lerner (Criança e Assuntos da Família). A homenagem foi sugestão do vereador Sidnei Jardim, que hoje é secretário especial de Assuntos de Governo. Ih, os dois são secretários de “Assuntos”! Conversa é o que não vai faltar...


    Geladinho
    Se você não ia às sessões da Câmara de Campo Mourão por causa do forte calor do plenário, acabou a desculpa. As reformas no recinto incluíram a compra de um potente ar-condicionador. O aparelho já está instaladinho no azulzíssimo plenário novo. Só falta agora se submetido ao teste de uma acalorada discussão entre opositores e situacionistas...


    Pirataria
    A TV a cabo de Campo Mourão está oferecendo recompensa para quem denunciar ligações clandestinas em sua rede. A The World promete dar R$ 50 para quem denunciar a ligação e mais R$ 1 mil para quem entregar o autor do “rabicho”. É milão mesmo! E a gente pensando que pra ganhar recompensa era só entregando o Bin Laden pro Tio Sam...


    Mercadante
    Depois de ir ao encontro de Lula em Ponta Grossa, o vereador Sebastião Ribeiro (PT) foi ainda mais longe. Esteve em evento em São Paulo junto com Aluízio Mercadante e outras estrelas petistas. Ribeiro falou até sobre a derrubada de Hugo Chávez (Venezuela) e insinuou que houve “dedo americano” no golpe. Quem diria, hein? Do Aeroporto para a América Latina...  
    Comentário(s)
  • Prever - Planos

  • Tem neguinho que não quer trabalhar. E branquinho também”.

    Edoel Rocha (PSDB), vereador, falando sobre a distribuição de cestas básicas a moradores de baixa renda, durante sessão da Câmara de Campo Mourão.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Sicredi - Bank

  • Antônio José

  • Paraná Multas

  • Educare - Horizontal

blz.com.br