Prever Novo
  • O deputado estadual Nélson Tureck (PFL) não participou a assembléia da Acamdoze, sexta-feira, em Campo Mourão. Oficialmente, ele disse que tinha outro compromisso. Aos mais chegados, Tureck não nega: não foi porque soube que o prefeito Tauillo Tezelli seria homenageado durante a reunião. Perder eleição, tudo bem. Agora, ver o adversário ser paparicado, aí não...
    Comentário(s)
  • Unicampo - Solidário

  • Se você ainda não se conformou com o aumento no número de assessores na Câmara de Campo Mourão, um consolo. Numa pequena cidadezinha de Pernambuco, a legislação prevê salário até para as mulheres dos vereadores. Pode? Mas é bom não espalhar, afinal, em Campo Mourão, dos 17 vereadores, 16 são homens e 15 são casados...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • O comandante do Tiro de Guerra de Campo Mourão, sub-tenente Eribaldo Evangelista da Silva, anda inconformado. Dois anos depois de ter usado até a "tribuna livre" da Câmara para reclamar, nada mudou no TG, que continua funcionando de forma improvisada. Ele entende que se a "tribuna livre" for só para desabafar, não adianta. Desabafo por desabafo, melhor o do Roberto Carlos...

    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • A maestrina Sônia Márcia Cardoso vem causando estranheza em muita gente ao cantar o Hino Nacional Brasileiro durante solenidades. Ela começa o Hino com uma introdução que só ela conhece. Já não chega a dificuldade que a gente tem em decorar a letra oficializada desde 1922?...

    Comentário(s)
  • Carlos Dubay

  • Que o secretário municipal da Fazenda e Administração, Carlos Alberto Pequito, também é o superintendente da Previscam, todo mundo sabe. Mas você sabia que Pequito não recebe nada por ser secretário. Ele só recebe como superintendente da previdência municipal. Negocião, hein? A prefeitura emprega e os servidores é que pagam...

    Comentário(s)
  • Farol - Dengue maio 2020

  • O deputado federal Rubens Bueno (PPS), que nega receber aposentadoria dos tempos de deputado estadual (oito anos), fez uma revelação curiosa. Em 97, quando ele deixou a prefeitura e ficou sem mandato, o então presidente da AL, Anibal Khoury, teria-lhe oferecido a aposentadoria. Bueno recusou. Para bóia-fria com 50 anos de trabalho ninguém oferece nada...

    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • O diretório municipal do PT de Campo Mourão agora conta com seu e-mail. O endereço é o ptcm.micro@onda.com.br. Por que esse "micro" no meio do e-mail? Por que ele vale para todos os municípios da microrregião de Campo Mourão. E você pensando que era por causa da micro votação do partido na cidade...


    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • O pessoal da The World TV a Cabo precisa dar uma atualizada na agenda. O canal passou o final de semana todo anunciando para domingo o aniversário de uma pessoa que já morreu há dois anos. Como diria aquela piada, o aniversariante deve continuar "vivo no coração da The World"...

    Comentário(s)
  • Terra FM

  • Battilani fez as contas e descobriu que, na legislatura passada, os então vereadores Júlio Vieira (PDT) e Toninho Mançano (PMDB) pegaram, somados, 37 meses de licença. Não que eles não estivessemdoentes, mas como foram subsituídos por suplentes, geraram um gasto extra à Câmara de R$ 61 mil. Ah, foi mais dinheiro girando no comércio...

    Comentário(s)
  • Mereceu reportagem no "Fantástico" a pequena cidade mineira onde a briga entre as funerárias fez a prefeitura instituir um rodízio de atendimento. Grande coisa. Aqui já teve briga e também tem rodízio e o "Fantástico" não aparece. Ah, aqui também tem CPI, viu seo Maurício Kubrusly?...

    Comentário(s)
  • Se depender do vereador Edson Battilani (PPS), suplente em Campo Mourão só vai assumir a vaga, em caso de licença médica, se a tal licença do titular for a partir 120 dias. Ele já apresentou proposta nesse sentido. A atual legislação permite a posse de suplente a partir de 30 dias. Digamos que a partir daí a doença terá que ser "pra valer"...

    Comentário(s)
  • BOCA SANTA publicou ontem que a "Folha do Paraná" trouxe a informação de que dois ex-deputados estaduais de Campo Mourão (Darcy Deitos e Amélia Hruschka) recebem aposentadoria por terem exercido o mandato. Quanto eles recebem? Como a aposentadoria é proporcional ao tempo em que eles foram deputados (Deitos 4 anos e Amélia 8) não dá muita coisa. Ah, tadinhos...

    Comentário(s)
blz.com.br