Prever - Novo
  • Esse aí é o Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cis-Comcam), em Campo Mourão. Essa gente toda está aí na frente aguardando atendimento. Isso é normal. A novidade é que o presidente do consórcio e prefeito de Roncador, Odilon Andreoli Gonçalves (PSDB), quer fechar a rua e acabar com os vendedores de salgadinhos que se proliferam por ali. Ele deve ter lá os seus motivos. Agora cá entre nós: o atendimento é demorado, a fila é grande e ainda vão tirar o direito a uma coxinha com tubaína no almoço? Fala sério!...

    Comentário(s)
  • Unicampo Vestiba 2019

  • Aconteceu ontem à noite a reunião convocada pelo prefeito Tauillo Tezelli (PPS) para discutir o problema de menores infratores na cidade. O auditório da Casa da Cultura ficou lotado. Segundo a PM, só este ano 142 menores se envolveram em crimes. Isso fora os que não foram pegos pela Polícia Militar. E a gente aqui criticando as crianças treinadas pelo Taleban...    
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • A reunião de ontem colocou na mesma mesa alguns desafetos da cidade, como o delegado Roberval Butaccini e promotores e o diretor do Fórum, James Hamilton de Oliveira Macedo, e promotores. Isso sem falar no vereador Sidnei Jardim (PPS) e no sub-tenente Eribaldo Evangelista da Silva, do Tiro de Guerra. Mas fique tranquilo: todos foram mantidos à distância e ninguém saiu ferido...

    Comentário(s)
  • Farol - Novembro Azul

  • Durante o debate, o prefeito Tauillo Tezelli lançou um desafio: quer a organização da sociedade para ajudar na manutenção de programas sociais que tirem de vez os menores infratores das ruas da cidade. Mas a proposta não ganhou eco. O pessoal preferiu marcar nova reunião para segunda-feira que vem. Mexer no bolso? Ih, talvez os menores não sejam tão infratores assim...  

    Comentário(s)
  • Sicredi

  • O debate teve ao menos uma unanimidade: o problema dos menores infratores está na desestruturação das famílias e da falta de Deus nos lares. De fato, em época de neo-liberalismo e globalização, família e Deus são perda de tempo. O importante é produzir mais e com menos custos. Mais um pouco e todo mundo saía do encontro defendendo Bin Laden...

    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • O vice-presidente da Associação de Moradores da Favela São Francisco, Abel Araújo, aproveitou a reunião para protestar. Disse que 90% do povo da favela está desempregado, que eles são sempre suspeitos pelos roubos na cidade, que ninguém dá emprego para favelado e que até o projeto de desfavelamento deles empregou gente de outros bairros. Ih, a globalização chegou à favela!...

    Comentário(s)
  • ACMF

  • A greve dos professores da rede estadual anda devagar, quase parando, em Campo Mourão. Ontem até o Colégio Unidade Pólo, onde o movimento era forte, desistiu do protesto. Restou o Colégio Alvorada do professor petista Edson Lasta e casos isolados nas demais escolas. Vitória do governo. Mais uma. Mas um dia os professores vencem. Nostradamus previu isso, não previu?...  

    Comentário(s)
  • Terra FM

  • Na Fecilcam, a greve também não está lá essas coisas. Pelo menos metade dos professores não aderiram ao movimento e continuam ministrando aulas normalmente. A novidade ontem à noite foi o surgimento de uma lista dos servidores que furaram a greve. Listão dos fura-greve! Pode? Desse jeito a gente ainda se convence que o governo não é tão ruim assim...

    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • Um ônibus cheio de vereadores da região de Campo Mourão partiu ontem rumo a Brasília. Os "nobres edis" vão reivindicar na capital federal soluções para os problemas do Cefet de Campo Mourão e para o campus da UEM em Goioerê. Não é por nada não, mas é melhor aproveitar e fazer um turisminho. Só para não perder totalmente a viagenzinha...

    Comentário(s)
  • De Campo Mourão, foram para Brasília três vereadores - Edoel Rocha (PSDB), Sebastião Ribeiro (PT) e Walter Zamoro (PPS). Cada um deles pegou 3,75 diárias para a viagem (R$ 337,50 para cada um). O curioso é que o trio é o primeiro a usar diárias desde que elas foram reduzidas de R$ 221 para R$ 90. É, não deu para resistir à tentação. Ah, valeu pelo esforço e pelo jejum...

    Comentário(s)
  • A reunião do Ministério Público para dar um basta à venda de leite cru pelas ruas de Campo Mourão não pedoou nem vereador. Celso Hruschka (PMDB) foi notificado para participar do encontro. Foi e não gostou. Acha que deveriam priorizar as denúncias contra a prefeitura ao invés de mexer com os leiteiros. E olha que a venda de peixe cru ainda está liberada, hein?..

    Comentário(s)
  • A situação de quem vende leite cru não é lá das melhores. Uma análise constatou em cinco leiteiros examinados o vírus da hepatite A. O Cefet reprovou 10 amostras de leite cru pesquisadas. Já o Cies descobriu que 1,8% dos 11,2 mil litros de leite cru vendido na cidade são consumidos sem ser fervido. É, pelo menos alguém está preocupado com a vida dos microbinhos...

    Comentário(s)
  • Não convidem para a mesma mesa o comandante do Tiro de Guerra de Campo Mourão, sub-tenente Erivaldo Evangelista da Silva, e o vereador e presidente da Guarda-Mirim, Sidnei Jardim (PPS). Desde que Silva proibiu a Guarda-Mirim de continuar usando salas do TG, o melhor que um fala do outro é chamar de "mentiroso". Digamos que é culpa da "verdade", às vezes tão relativa...

    Comentário(s)
  • O chefe de gabinete da prefeitura de Campo Mourão, Ricardo Borges Botaro, anda passando por maus bocados. Problema de saúde. Ele pensou que fossem pedras nos rins, mas acabou descobrindo que está com diverticulite. Diverticulite? Sem querer gorar, mas não foi por causa disso que Tancredo Neves deixou de assumir a Presidência da República?...

    Comentário(s)
  • A bruxa anda solta na prefeitura. Na semana passada, quem passou apuros foi o procurador geral Robervani Pierin do Prado. Este, sim, teve uma crise de cólica renal que não vai esquecer nunca mais. Na sexta-feira, Prado ainda estava baqueado com as dores e teve que levar Ricardo Borges no médico. Um mais "pesteado" que o outro. É praga da oposição. Só pode...

    Comentário(s)
  • O vereador Luiz Carlos Kehl (PFL) tem dois avisos a fazer. Primeiro: vai ficar no PFL, apesar do deputado Nélson Tureck ter "tucanado". Segundo: Kehl jura que não foi por causa da ajuda da prefeitura à Liga Amadora que ele passou para a situação. Khel lembra que a Liga recebe verbas da prefeitura desde 1989. Eta Liga ligada a um Executivinho, hein?...

    Comentário(s)
  • ...

    Comentário(s)
  • Ele pode até bater com a cabeça na parede que não vai resolver".

    Sub-tenente Erivaldo Evangelista da Silva, comandante do Tiro de Guerra de Campo Mourão, dizendo que não adianta o vereador e presidente da Guarda-Mirim, Sidnei Jardim (PPS), anunciar "panelaço" para protestar pela retirada dos meninos de três salas do TG.

    Comentário(s)
blz.com.br