Prever - Novo
  • Essa aí é uma placa de trânsito existente em frente à Fecilcam. E o que é que tem? Nada a não ser que fica engraçado ver numa instituição de ensino superior, onde só estudam adultos, uma placa mostrando um senhor segurando no braço de uma criança na hora de atravessar a rua. Em frente a uma escola de ensino fundamental até vá lá. Mas numa faculdade, hummmm, não sei não...

    Comentário(s)
  • Unicampo Vestiba 2019

  • O prefeito Tauillo Tezelli (PPS) participou ontem à noite de uma audiência pública na Câmara de Vereadores para prestar contas dos últimos quatro meses de mandato. Uma reunião de suma importância, prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal. Convites distribuídos: 400. Público presente: 4. Também, bem no dia do final da novela das 8...
    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Quem foi à Câmara ontem à noite, viu: até que tinha mais gente no plenário, mas eram vereadores, assessores de bancada, secretários municipais, diretores de secretarias, dois funcionários da prefeitura e um repórter. Público mesmo, só quatro pessoas. Pelo jeito, o povão estava mais preocupado com a "prestação de contas" do prefeito de Porto dos Milagres, Félix Guerrero...

    Comentário(s)
  • Farol - Novembro Azul

  • Não foi só o público que fez pouco caso à audiência pública de ontem, não. Dos 17 vereadores, somente 9 estavam lá. E olha que eles ganham para isso. De oposição, só Celso Hruschka (PMDB) e Sebastião Ribeiro (PT). Do lado situacionista, nem o líder do governo, Sidnei Jardim (PPS), apareceu. Ah, quem sabe dando um aumentinho aos "nobres edis" eles não se empenhem mais...

    Comentário(s)
  • Sicredi

  • A oposição, aliás, pegou de leve na audiência pública. Sebastião Ribeiro só cobrou uma cobertura para os carros da prefeitura que ficam ao relento no almoxarifado. Celso Hruschka se limitou a dar uma questionada em trabalhos na zona rural devido ao expediente reduzido da prefeitura. Ah, deve ser por causa da sexta-feira, sabadão chegando, dá uma preguiça...

    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • A imprensa de Campo Mourão também não deu muita bola à audiência pública. Da cidade, só passou por lá a "Gazeta do Centro-Oeste". A "Folha do Paraná" acompanhou a reunião, mas o jornal tem sede em Londrina. Nem as rádios do prefeito apareceram para dar uma moralzinha ao chefe. Ih, será que até a imprensa se rendeu à lua-de-mel da Genésia...

    Comentário(s)
  • ACMF

  • De acordo com os números mostrados ontem à noite, a prefeitura de Campo Mourão arrecadou nos primeiros oito meses do ano R$ 26,4 milhões e gastou R$ R$ 26,1 milhões. Deu um lucrinho, mas o próprio secretário da Fazenda, Beto Pequito, reconheceu que o superávit foi muito baixo. Hummm, quem sabe fechando a prefeitura à tarde também...

    Comentário(s)
  • Terra FM

  • Em relação o que a prefeitura arrecadou nos oito primeiros meses de 2000, este ano houve um crescimento de receitas de 2,04%. Em dinheiro, isso significa R$ 538 mil. Muito pouco para quem esperava 10% de aumento de arrecadação e R$ 1,8 milhão a mais no caixa. E já que os técnicos erraram suas previsões, da próxima vez não dá para tentar a Mãe Dinah?...

    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • Dos R$ 26,4 milhões que a prefeitura arrecadou até agora, R$ 7,4 milhões vieram de receitas próprias, sendo R$ 2,8 milhões do IPTU. O que mais rendeu até o momento, porém, foram convênios da União (R$ 6,7 milhões), Fundo de Participação dos Municípios (R$ 4,35 milhões) e ICMS (R$ 4,32 milhões). Arrecadar mais do que isso, só se ganharem na Mega Sena acumulada...

    Comentário(s)
  • Já dos R$ 26,1 milhões gastos pela prefeitura nesses oito meses, R$ 9,1 milhões foram investidos na saúde. A Educação ficou com R$ 4,8 milhões e a Infra-Estrutura e Meio Ambiente com R$ 4 milhões. Em último lugar ficou o gabinete do prefeito, com R$ 158 mil. Só 0,61% do total. Tadinho do prefeito, fica só com um poquinho e distribui o montão para o resto...

    Comentário(s)
  • A Secretaria Municipal de Educação de Campo Mourão lançou ontem à noite o Plano Anual para o setor. O lançamento aconteceu no Clube 10 de Outubro. O plano tem oito metas para serem cumpridas até 2004. E cá entre nós: se as metas foram cumpridas bonitinhas igual o livrinho que a prefeitura fez para descrevê-las, humm, vai dar inveja até aos suecos...

    Comentário(s)
  • O deputado estadual Nélson Tureck não é mais do PFL. Ele se filiou ao PSDB que agora está sob intervenção no Paraná. Quem diria, Tureck virou tucano! Criou asas e ganhou um bicão. Com a troca de partido, teoricamente, ficou mais fácil a reeleição dele. Mas só teoricamente. Na prática é outra história. O ex-tucano Márcio Nunes que o diga...

    Comentário(s)
  • Acaba hoje a atual enquete de BOCA SANTA. O que deve ser feito com o prédio do Banestado? Até ontem à noite, 58% haviam respondido que ele deve ser implodido com o governador e os deputados dentro. Outros 18% querem a transformação do prédio em armazém de soja da Coamo e 12% em sede do prometido Banco do Povo. Isso tudo se o Bin Laden não "interferir", é claro...

    Comentário(s)
  • Não convidem para a mesma mesa o prefeito de Corumbataí do Sul, José Antônio Cafissi (PSDB), e o de Roncador, Odilon Andreoli Gonçalves (PSDB). Graças a um hospital que Gonçalves mantém fechado há quatro anos em Corumbataí, os dois estão se dando tão bem quanto Tom & Jerry. Para a gente que está fora do esquema, difícil é saber quem é o Tom e quem é o Jerry nessa história...

    Comentário(s)
  • A Fecilcam manteve a proposta de iniciar greve geral na segunda-feira. Durante esta semana, a greve era só depois do intervalo. Mas há resistência. Cerca de 50% dos professores não devem aderir à paralisação. Já as universidades estaduais estão todas paralisadinhas. É, pensando ainda falta à Fecilcam aquele "espírito universitário"...

    Comentário(s)
  • Com ingressos a R$ 5, a prefeitura precisa de 4,5 mil pagantes nos show de Vinny e da dupla Marlon e Maicon para pagar os R$ 22,5 mil que cada um deles cobra pela apresentação. Ai-aiai-aiai! Mais fácil conseguir as 6,5 mil pessoas para pagar os R$ 64,9 mil do show de Bruno e Marrone, para qual o ingresso custa R$ 10. Isso se não chover, né São Pedro?...

    Comentário(s)
  • Gostaria de aproveitar porque nunca sou convidado para as reuniões de gabinete".

    Celso Hruschka (PMDB), vereador, ontem à noite, durante audiência pública na Câmara com o prefeito Tauillo Tezelli (PPS), explicando que queria fazer mais perguntas ao chefe do Executivo.

    Comentário(s)
blz.com.br