Prever Novo
  • A Associação Comercial de Campo Mourão está preparando um plano de reabertura para o comércio de Campo Mourão.

    Outras entidades, como o Sindicam, também participam.

    Esse plano deve conter regras de segurança contra o Covid-19.

    O documento foi pedido pela prefeitura para ser avaliado pelo Comitê de Gestão de Crise.

    A proposta será usada para decidir pela liberação ou não do comércio depois do dia 5, quando vence o decreto em vigor.

    Comentário(s)
  • Unicampo - Solidário

  • Agora são quatro os casos confirmados de coronavírus em Campo Mourão.

    A confirmação do quarto caso chegou por volta da 21h desta segunda-feira.

    É um homem que está na UTI da Santa Casa.

    O terceiro caso tinha sido confirmado três horas antes.

    Ou seja: em um dia dobraram as confirmações de Covid-19 na cidade.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • O mourãoense Felipe Teixeira, que mora na China, contou à Musical FM como foi a experiência nos dias de coronavírus.

    "Houve isolamento total por 53 dias", frisou.

    "O impacto na economia foi muito grande e várias empresas fecharam".

    Entre as medidas, 100% da população usou máscaras.

    E ninguém entrava em nenhum estabelecimento sem antes ter a temperatura medida por infravermelho.

    .

    Adeus, máscara

    Nas fotos, Felipe Teixeira de máscara, em 19 de março, e três dias depois (22/3), no primeiro diz que a máscara deixou de ser obrigatória.


    Comentário(s)
  • Sicredi - Bank

  • 1) O tradicional "os favoráveis fiquem no estão" foi substituído por "os favoráveis permaneçam calados".

    2) O vereador Edilson Martins foi quem mais sofreu com a sessão por vídeo. Por duas vezes a fala dele não pode ser ouvida.

    3) O vereador Luiz Alfredo pediu para registrar protesto em ata pela retirada da "palavra livre" das sessões on-line.

    4) A reunião demorou 43 minutos, bem mais longa que as últimas sessões presencias realizadas em Campo Mourão.

    5) São 13 vereadores, mas a tela no Youtube mostrava 15 "janelas". As duas extras eram para os setores de Imprensa e Assuntos Legislativos.


    Comentário(s)
  • Carlos Dubay

  • A Câmara de Campo Mourão adiou a votação do projeto que previa crédito suplementar de R$ 500 mil para a Fecam.

    O adiamento foi a pedido do vereador Tucano Ribeiro.

    Ele pediu vistas quando uma discussão polemizou o assunto.

    O vereador Luiz Alfredo disse que, a essa altura, os recursos deveriam ser para a saúde.

    A proposta remaneja orçamento da própria Fecam e foi enviada à Câmara para votação em regime de urgência.


    Comentário(s)
  • Farol - Dengue maio 2020

  • A Câmara de Campo Mourão aprovou nesta segunda-feira as contas de 2017 da prefeitura.

    Foi o primeiro ano do atual mandato de Tauillo Tezelli.

    A aprovação foi por 11 a 1 (só Luiz Alfredo votou contra).

    Ele alegou que questiona na Justiça ações do prefeito naquele ano.

    O líder de governo Sidnei Jardim lembrou que o Tribunal de Contas recomendou a aprovação.

    .

    Votação à distância

    Por conta do coronavírus, a sessão foi realizada por vídeo. Alguns vereadores estavam em seus gabinetes. Outros em casa ou em escritórios particulares.


    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • O comércio de Moreira Sales voltará a fechar nesta terça-feira.

    A reabertura, iniciada nesta segunda, durou apenas um dia.

    A volta da restrição foi anunciada pelo prefeito Rafael Bolacha depois de reunião com empresários da cidade.

    "Diante da positivação de casos em nossos vizinhos a decisão foi por aguardar até dia 5", explicou Bolacha.

    Goioerê cancelou a reabetura do comércio nesta segunda-feira após um caso ser confirmado no domingo.

    .

    O que foi dito

    "Foi preocupante. Muita gente nas ruas. Deu a impressão que a população está sem medo nenhum".

    Rafalel Bolacha, prefeito de Moreira Sales, em live no Facebook.


    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • Subiu para três os casos de coronavírus confirmados em Campo Mourão.

    Agora foi um homem de 59 anos, sem histórico de viagens, que já está na UTI há alguns dias.

    A informação é do secretário da Saúde, Sérgio Henrique dos Santos.

    A cidade tem ainda 15 casos suspeitos e 70 sendo monitorados.

    "Nossos números, nesse início, são alarmantes", alertou Santos, que reforçou o pedido de isolamento social.


    Comentário(s)
  • Terra FM

  • A Câmara de Campo Mourão vai devolver à prefeitura R$ 750 mil.

    O dinheiro é para ser aplicado no enfrentamento ao coronavírus.

    O anúncio foi feito após reunião, por videoconferência, de membros da mesa diretora.

    O valor é referente ao que a Câmara deve economizar na quarentena.

    O presidente em exercício, Jadir Pepita, não descartou a possibilidade, no futuro, de outros repasses.

    .

    O que foi dito

    "Estamos passando por um momento difícil. E nós, como gestores públicos, devemos proporcionar à sociedade o máximo de atendimento".

    Jadir Pepita (Cidadania), presidente em exercício da Câmara.


    Comentário(s)
  • A partir desta terça-feira o comércio de Araruna poderá funcionar das 12h às 18h, com restrições.

    O horário está previsto em novo decreto.

    "É uma abertura diferenciada", frisou o prefeito Leandro da Farmácia na rádio Cidade FM.

    As restrições incluem uma só porta de entrada, limite de clientes no interior da loja e higienização.

    Outra medida será reforçar os controles de entrada na cidade.


    Comentário(s)
  • Já foram comprados quatro respiradores com o dinheiro arrecadado em Campo Mourão por um grupo no WhatsApp.

    Isso equivale a quatro leitos a mais na UTI da Santa Casa.

    O resultado final rendeu R$ 182.696,50.

    Cerca de mil pessoas fizeram doações, que foram de R$ 30 a R$ 30 mil.

    Os respiradores são usados para casos graves de coronavírus.

    .

    Foto ilustrativa


    Comentário(s)
  • O vereador Luiz Alfredo repassou metade do salário de vereador, de março, para o Fundo Municipal de Saúde de Campo Mourão.

    "Nesse momento temos de ter consciência em reduzir despesas públicas para auxiliar na saúde", explicou.

    Ele postou no Facebook cópias do holerite e do depósito.

    "Nas condições de hoje temos de demonstrar de forma efetiva e prática o que estamos fazendo".

    O depósito foi de R$ 2.520 (o subsídio de vereador é de R$ 7.043, mas cai com descontos de INSS e IRRF).

    .

    O que foi dito

    "Sei que pode ser pouco. Se todos no cargo público restituir 50% do ganho por dois meses, tenho certeza absoluta que será muito".

    Luiz Alfredo (Avante), vereador em Campo Mourão.


    Comentário(s)
  • A prefeitura de Campina da Lagoa liberou a abertura do comércio.

    O novo decreto fala em ponto facultativo e foi assinado neste domingo pelo prefeito Milton Luiz Alves.

    Ele alegou o pedido feito por "esmagadora maioria" dos comerciantes.

    Alves participou de reuniões com empresários e disse que era contra a abertura e que manteria as escolas fechadas.

    "Onde vamos internar as pessoas que precisarem de leitos?", indagou o prefeito.

    .

    Bolsonaro citado

    O decreto de ponto facultativo do comércio em Campina da Lagoa cita as manifestações do presidente Jair Bolsonaro (veja acima).


    Comentário(s)
  • A Santa Casa de Campo Mourão vai receber aporte de R$ 1 milhão das prefeituras da região.

    O repasse será feito através do Cis-Comcam.

    O valor foi aprovado em reunião dos prefeitos por videoconferência.

    O recurso é para ser usado no combate do coronavírus.

    Pode ser usado para a compra de respiradores, por exemplo.


    Comentário(s)
  • Cavalos soltos pastando em pleno domingo, por volta das 20h, no conjunto Fortunato Perdoncini. Um perigo passar um carro ou moto e bater.

    Este espaço é seu. Envie sua foto.

    E-mail: sidsauer@uol.com.br

    Whats App: (44) 9 9969-7037

    Facebook: www.facebook.com/BocasantaCM


    Comentário(s)
  • A Câmara de Campo Mourão realiza sessões ordinárias nesta segunda e terça-feira (19h).

    Serão as primeiras reuniões após a chegada do coronavírus.

    Por precaução, não haverá ninguém no plenário, nem vereadores.

    Os parlamentares ficarão em seus gabinetes e participarão por vídeo.

    O sistema já foi usado semana passada nas reuniões das comissões (foto).


    Comentário(s)
blz.com.br