Prever - Floriprev
  • A Câmara ficou lotada nesta quinta-feira na audiência pública sobre a mudança do feriado de 10 de outubro.

    Quase todos eram empresários favoráveis à alteração.

    O projeto prevê que o feriado será transferido para a primeira segunda-feira seguinda à data.

    Os vereadores evitaram manifestar posição, já entre o público que usou a palavra a maioria defendeu a proposta.

    A Câmara deve votar o projeto ainda em setembro, mas o texto original prevê que a mudança só entre em vigor em 2018.

    Comentário(s)
  • Unicampo - Pós - Nova

  • Apesar a ampla maioria presente à Câmara ser favorável à mudança do feriado, o único cartaz levado ao plenário era contrário ao projeto. Foi uma manifestação isolada. "Data de aniversário não se muda. Os comerciários acham que vão melhorar as vendas. Estão muito enganados", destacava o texto com alguns errinhos gramaticais.

    Comentário(s)
  • Curso Zootecnia

  • O presidente do Sindicato Patronal do Comércio, Nelson Bizoto, defendeu a mudança do feriado.

    "Vamos experimentar. Se não der certo é só voltar atrás", frisou.

    Segundo ele, a cidade é muito prejudicada com dois feriados na mesma semana, tanto em vendas como em impostos.

    Já para o presidente da Acicam, Paulo César Gomes, a mudança é importante para a economia local.

    "Cidades maiores, como Maringá, Londrina e Curitiba já mudaram", exemplificou.


    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • Quase todos - Doze dos 13 vereadores participaram a audiência pública sobre a mudança do feriado de 10 de outubro. A única ausente foi Elvira Schen, cuja bandeira são os animais abandonados. Ah, digamos que, pra eles, não tem feriado nunca...

    Site respeitado - Autor do pedido de audiência pública, o verador Miguel Ribeiro, disse que "não é contra nem a favor" do projeto. Só que citou a enquete de Boca Santa, com maioria contra a mudança. Segundo ele, a enquete foi feita por "um site respeitado".

    Só a festa - O secretário Carlos Alberto Facco (Desenvolvimento Econômico) representou a prefeitura na audiência. "Não se está mudando a data do aniversário da cidade, só o dia da comemoração", explicou, defendendo o projeto do "patrão".


    Comentário(s)
  • Farol - Dengue

  • O vereador Olivino Custódio defendeu que os colegas "pensem com mais calma" antes de votar a mudança do feriado.

    "Tem a história de Campo Mourão", frisou ele, que é de família pioneira.

    O vereador Professor Cícero, por sua vez, disse que esperava dados mais concretos sobre os prejuízos do comércio.

    Já Luiz Alfredo afirmou que pensava que o comércio tivesse outras prioridades, como a questão do estacionamento. 

    "Não sabia que o 10 de outubro era tão impactante", destacou.


    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • Ausência - Ninguém representou o Sindicato dos Empregados do Comércio na audiência do feriado. Segundo a Câmara, o presidente Mauro de Oliveira foi convidado. Já o presidente patronal, Nelson Bizoto, que estava presente, citou que não foi convidado.

    Sem comemoração - Especialista quando o assunto é saúde pública, Lenilda de Assis também participou da audiência do feriado. Cobrou ações do comércio. "Estamos a 40 dias de Campo Mourão completar 70 anos e onde estão as comemorações?", questionou.

    E o São José? - Donizete Pereira usou a palavra e defendeu que também se mude o feriado de 19 de março, dia do padroeiro São José. "Pensei que já se tratava dos dois feriados", destacou. O vereador Sidnei Jardim disse que aí daria muita polêmica. "Vamos devagar", afirmou.


    Comentário(s)
  • Sicredi - Poupança Premiada

  • João Mateus Tavares Neto foi um dos poucos participantes que questionou a eficácia do projeto para o comércio.

    Para ele, o comércio deveria tomar outras ações para vender mais.

    Citou o trenzinho usado em campanhas de Natal.

    "Desde que eu era criança tinha essa trenzinho e não se muda", frisou.

    O ex-presidente da Acicam, Marcelo Chiroli, saiu em defesa da atração.

    "O trenzinho está dando certo. Não tem porque parar", destacou.


    Comentário(s)
  • Márcio Nunes

  • A nova estimativa populacional do IBGE foi boa para Terra Boa.

    O município da região é um dos cinco do Paraná que terão aumento nos repasses do FPM a partir de 2018.

    Com 106 habitantes a mais, o coeficiente de Terra Boa subiu de 1,0 para 1,2.

    Os outros quatro são Cafelândia, Castro, Pinhais e Sarandi.

    Apesar de 20 municípios da Comcam perderem população, nenhum terá a alíquota reduzida.

    O único caso de redução no Estado será de Ribeirão do Pinhal (de 1,0 para 0,8).


    Comentário(s)
  • Terra FM

  • Todo ano a revista gaúcha "A Granja" premia as empresas destaques no agronegócio. E adivinhe quem levou o troféu "A Granja do Ano 2017" no setor do cooperativismo? Sim, a Coamo. A entrega aconteceu terça-feira, durante evento promovido pela revista no auditório da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul. O vice-presidente Cláudio Rizzatto foi lá receber o prêmio, definido através de votação entre os leitores de "A Granja".


    Comentário(s)
  • BBQ Food Truck

  • Sabe quem vai se casar nesta sexta-feira? A deputada ítalo-mourãoense Renata Bueno. A cerimônia será no Santuário della Madona del Canetto", em Lecce, na Itália. Nome  do noivo? Angelo Martiriggiano. Ela é filha do ex-prefeito de Campo Mourão, o deputado federal Rubens Bueno. 

    Quer saber como os noivos se conheceram? Como é a igreja e o local da festa? Quer mandar mensagem para os noivos? Quer dar um presente pela internet? É só acessar: http://sites.icasei.com.br/angeloerenata/home


    Comentário(s)
  • Os cliques são desta quinta-feira, quiando aconteceu o lançamento do selo comemorativo aos 70 anos de instalação da Câmara de Campo Mourão. A data será completada em dezembro. O município foi emancipado em outubro e a Câmara instalada em dezembro, com a posse dos primeiros vereadores. O prefeito Tauillo Tezelli, que já lançou o selo dos 70 anos do município, prsetigiou o evento.


    Comentário(s)
  • A foto acima foi publicada por Boca Santa em 9 de novembro do ano passado. Foi feita durante Encontro de Novos Gestores, em Brasília. À esquerda, Rafael Bolacha, que tinha perdido a eleição para prefeito de Moreira Sales. À direita, Dr Heitor, então prefeito eleito de Janiópolis. Passados nove meses, tudo se inverteu. Houve nova eleição em Moreira Sales e Bolacha venceu. Já Heitor surpreendeu a todos e renunciou o mandato, sendo substituído pelo vice Ismael Dezanoski.


    Comentário(s)
  • Pelo calendário da saúde, agosto é o mês de atenção à saúde do homem, por isso é chamado de "Agosto Azul". Pelas ruas de Campo Mourão, no entanto, o que se vê no fim deste mês é o "agosto amarelo" dos ipês floridos. As fotos, na praça Getúlio Vargas e na av. Capitão Índio Bandeira, são, respectivamente, de Fraterno Maria Nunes e Edilson Martins.

    Fotos enviadas por internauta. Envie a sua!

    E-mail: sidsauer@uol.com.br
    Whats App: (44) 9 9969-7037
    Facebook: www.facebook.com/BocasantaCM


    Comentário(s)
  • Conflitos fundiários em Campo Mourão e região.

    Esse é o tema de audiência pública que será realizada nesta quinta-feira (15h) no auditório do Sindiscam.

    A realização é da Frente Brasil Popular.

    Segundo a organização, estão confirmadas presenças de promotores, prefeitos e vereadores.


    Comentário(s)
  • Farol - A prefeita Angela Kraus está percorrendo a região e levando convites para a Festa do Pernil à Pururuca, que acontece neste domingo. Em Campo Mourão vários órgãos e entidades foram visitados. A lista incluiu o bispo d. Javier Del Vale Paredes.

    Corumbataí do Sul - A Câmara de Vereadores seguiu orientação do Tribunal de Contas do Estado e aprovou, com ressalvas, as contas da prefeitura de 2013. Foi o primeiro ano de mandato do prefeito Carlos Caxão. A ressalva foi por atraso em recolhimento ao INSS.

    Roncador - Os vereadores aprovaram e a prefeita Marília Gonçalves sancionou a lei que dá o nome do ex-prefeito Augusto Becher para o estádio municipal da rua São Paulo. Becher foi prefeito por três mandatos e morreu mês passado, aos 89 anos.


    Comentário(s)
  • Pelas novas estimativas do IBGE, a região de Campo Mourão tem hoje 423 habitantes a menos que um ano atrás.

    Dos 25 municípios da Comcam, 20 perderam, juntos, 1.205 moradores.

    Em apenas cinco houve crescimento, num total de 782 novos habitantes, sendo 606 em Campo Mourão.

    Também ganharam moradores Araruna (42), Engenheiro Beltrão (3), Peabiru (27) e Terra Boa (104).

    As maiores reduções foram em Altamira do Paraná (-195), Nova Cantu (-176) e Roncador (-142). 
    .

    Os números da nova estimativa
    Altamira do Paraná: 2.948 (-195)
    Araruna: 14.098 (+42)
    Barbosa Ferraz: 12.300 (-93)
    Boa Esperança: 4.392 (-46)
    Campina da Lagoa: 15.042 (-102)
    Campo Mourão: 94.153 (+606)
    Corumbataí do Sul: 3.617 (-65)
    Engenheiro Beltrão: 14.314 (+3)
    Farol: 3.323 (-32)
    Fênix:4.898 (-5)
    Goioerê: 26.664 (-19)
    Iretama: 10.608 (-40)
    Janiópolis: 5.897 (-8)
    Juranda: 7.650 (-19)
    Luiziana: 7.455 (-8)
    Mamborê: 13.798 (-72)
    Moreira Sales: 12.621 (-43)
    Nova Cantu: 6.295 (-176)
    Peabiru: 14.198 (+27)
    Quarto Centenário: 4.764 (-30)
    Quinta do  Sol: 4.897 (-44)
    Rancho Alegre do Oeste: 2.800 (-16)
    Roncador: 10.779 (-142)
    Terra Boa: 16.991 (+104)
    Ubiratã: 21.762 (-50)
    .
    Fonte: IBGE
    .


    Comentário(s)
  • A população atual de Campo Mourão é de 94.153 moradores.

    O número está na nova estimativa do IBGE, divulgada nesta quarta-feira.

    São 606 habitantes a mais que no ano passado, quando a estimativa foi de 93.547.

    O IBGE leva em conta número de nascimentos, mortes e a progressão da população entre os dois últimos censos.

    A maioria dos municípios da região teve redução populacional.


    Comentário(s)
  • Boca Santa tem lembrado nos últimos dias dos 70 anos do relato de  um disco-voador que teria pousado onde hoje é o município de Luiziana. Na época - 23 de julho de 1947 - ainda era Pitanga. O chamado "Caso José C. Higgins" é levado a sério pelos ufólogos. Na edição de 13 de novembro de 1954, já sete anos depois, a revista O Cruzeiro, que era a maior do Brasil, fez reportagem a respeito.

    Comentário(s)
  • Lembra da árvore cortada do domingo à tarde na av. Manoel Mendes de Camargo, com direito a avenida interditada e tudo? A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Campo Mourão informou que não houve a retirada de autorização de abate de árvore. Portanto, o corte foi ilegal. A árvore foi derrubada a poucos metros da prefeitura e durante a ação a avenida foi fechada para o trânsito.


    Comentário(s)
  • A Câmara de Campina da Lagoa vai tentar, de novo, votar o projeto que cria cargos de carreira e comissionados.

    A sessão extraordinária será nesta quinta-feira, às 15h.

    Na semana passada a proposta foi reprovada por 4 votos a 3.

    O projeto só voltará ao plenário porque cinco vereadores assinaram a reapresentação da matéria.

    A alegação é a necessidade de se adequar a recomendação do Ministério Público.

    No mês passado o MP recomendou a exoneração de vários cargos em comissão que estariam irregulares.


    Comentário(s)
  • O gerente da agência dos Correios  de Campo Mourão, José Alves da Cruz, foi eleito "Empregado Destaque em 2016" pela Superintendência Estadual dos Correios do Paraná. Ele foi reconhecido no quesito "Destaque Pessoas 2016  - Prática Cidadania Organizacional". A entrega será  dia 18 de novembro, em Curitiba. Em maio Cruz recebeu o título de Cidadão Honorário de Campo Mourão.


    Comentário(s)
blz.com.br