Prever - Floriprev
  • A advogada Carolina Sequinel foi eleita nesta terça-feira para presidir o Observatório Social de Campo Mourão.

    Ela será a primeira mulher a comandar a entidade, criada em 2007.

    O mandato dela, eleita e chapa única, começa em 1 de maio.

    Até lá Roberval Ruscetto segue no comando da entidade.

    A entidade, aliás, mudou de nome e agora se chama Observatório Social do Brasil - Unidade Campo Mourão.

    .

    A nova diretoria

    Carolina Sequinel (presidente)

    Miguel Theodorovicz (vice - Administrativos-Financeiros)

    Roberval Melo Ruscetto (vice - Institucionais e de Alianças)

    Antônia Correa de Melo (vice - Controle Social e Metodologia)

    Ater Cristófoli (vice - Comunicação e Indicadores)

    Comentário(s)
  • Unicampo - vestibular novo

  • A Santa Casa de Campo Mourão terminou 2018 com déficit de R$ 3,1 milhões.

    As receitas somaram R$ 48,3 milhões e as depesas R$ 51,5 milhões.

    Os números foram apresentados em assembleia de prestação de contas nesta terça-feira, na Acicam.

    "Foi pior que R$ 2017", lamentou o presidente Pedro Montans Baer.

    No ano anterior o déficit tinha sido de R$ 2,4 milhões.

    Comentário(s)
  • Paraná - ofertas

  • A assembleia desta terça-feira também elegeu a nova diretoria da Santa Casa.

    Houve apenas uma chapa, encabeçada pelo presidente Pedro Montans Baer.

    Sem adversários, a eleição foi por aclamação.

    O vice-presidente também segue o mesmo, Getulinho Ferrari.

    O mandato da diretoria é de dois anos.

    .

    Como ficou a diretoria

    Presidente: Pedro Montans Baer

    Vice-presidente: Getulinho Ferrari

    1º secretário: Elói Bonkoski

    2º secretário: Fernando Mizote

    1º tesoureiro: José Carlos Laurani

    2º tesoureiro: Joel Makohin

    3º tesoureiro: Ricardo Bongiorno

    1º provedor: Getulinho Ferrari

    2º provedor: Osvaldo Mauro Filho

    3º provedor: Carlos Roberto Naves


    Comentário(s)
  • Maranatha Confecções

  • O vereador Sidnei Jardim quer que a prefeitura alugue sala no centro de Campo Mourão para a Defensoria Pública.

    O órgão funciona na praça Alvorada, no Lar Paraná.

    Segundo Jardim, há reclamações que a atual sede é de difícil acesso.

    Ele lembra que a maioria dos órgãos públicos fica no centro, o que facilita para quem vem dos bairros.

    O espaço atual é do municipio, que não precisa para aluguel.


    Comentário(s)
  • Farol - Dengue 2019

  • "Foi emocionante, na última disputa do revezamento medley, contra uma instituição escolar de Joinville/SC, a emoção e a dedicação das atletas foi imensa. Fomos até elogiados por dirigentes de outras partes do País pela organização da equipe e eficiência no trabalho em conjunto".

    Paulo César Costa, técnico de atletismo, sobre a equipe feminina do colégio Osvaldo Cruz, de Campo Mourão, que conqusitou em Natal o Brasileiro Escolar e garantiu vaga para o Mundial na Croácia; nesta terça-feira, durante homeangem às atletas na escola.


    Comentário(s)
  • Ahertz Terraplenagem

  • Dos R$ 26 milhões que espera arrecadar com o IPTU deste ano, Campo Mourão já recebeu à vista R$ 5,4 milhões.

    Isso representa cerca de 20% da meta.

    O pagamento com direito a 10% de desconto vai até quinta-fiera.

    Nesse dia também vence a primeira das nove parcelas para quem optar pelo parcelamento.

    Quem não recebeu o boleto pode imprimi-lo pelo site da prefeitura ou ir pessoalmente à Praça de Atendimento.

    .

    Onde imprimir

    campomourao.atende.net


    Comentário(s)
  • Terra FM

  • "Nada como acordar de manhã e ir para o trabalho com o corpo e as roupas cheirando à fumaça por causa de queimadas em terrenos da cidade. Nesta terça-feira foi na av. Goioerê, perto do Prever. Na semana passada, outra queimada foi feita perto da subestação da Copel, na mesma região. Até quando teremos que passar por isso?"

    Foto enviada por internauta. Envie a sua também.

    E-mail: sidsauer@uol.com.br
    Whats App: (44) 9 9969-7037
    Facebook:
    www.facebook.com/BosasantaCM


    Comentário(s)
  • Marcio Nunes 2

  • A Sanepar divulgou nota nesta terça-feira que contesta a investigação que apontou a existência de agrotóxicos na água.

    Segundo a companhia, o estudo usou dados incompletos e distorcidos.

    "A Sanepar garante a qualidade da água que distribui", frisa o texto.

    A nota afirma que não foi detectada presença de agrotóxico em nenhuma análise realizada pela empresa.

    A companha diz ainda que já pediu esclarecimentos ao Ministério da Saúde.

    .

    Na íntegra

    Confira abaixo a "Nota da Sanepar" na íntegra.


    Comentário(s)
  • Sicredi - Eu poupo sim

  • A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) garante a qualidade da água que distribui à população do Paraná em 345 municípios e de Porto União (SC). A Companhia segue rigorosamente a legislação brasileira que determina os parâmetros da potabilidade da água para abastecimento público.

    A Sanepar informa que não foi detectada presença de agrotóxicos em nenhuma análise realizada pela empresa acima do Valor Máximo Permitido (VMP) pela Portaria de Consolidação 5, anexo XX, do Ministério da Saúde, conforme histórico disponibilizado a este Ministério.

    Matérias veiculadas na mídia utilizaram informações do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), de forma incompleta.

    No momento de registrar os resultados de suas análises, não há no cadastro do Sisagua a opção de informar a não detecção do princípio ativo do composto. O Sistema de Informação aceita apenas o registro como "no limite" em vez de "ausente". Desta forma, fica registrada a presença de agrotóxico na água, mesmo que não tenha sido detectada, distorcendo a informação.

    Quatro laboratórios da Sanepar realizam semestralmente análises de agrotóxicos de todas as localidades atendidas pela empresa, conforme determina a legislação do Ministério da Saúde. São investigados 27 tipos de agrotóxicos e, em todos os testes, os resultados ficam abaixo dos limites permitidos, ou seja, não foi detectada a presença de agrotóxicos na água distribuída para a população.

    A Sanepar, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), e a Associação das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) estão pedindo esclarecimentos ao Ministério da Saúde sobre os valores disponibilizados com relação à presença de agrotóxicos na água usada para consumo humano, para não ocorrer interpretação equivocada como ocorreu no material divulgado.


    Comentário(s)
  • Campo Mourão se prepara para realizar o 1.o Fórum do Trânsito.

    Será no dia 30 de maio (19h), no encerramento do "Maio Amarelo".

    O evento acontecerá na Câmara de Vereadores.

    Uma reunião entre vereadores, Diretran, Ciretran e Polícia Militar tratou das diretrizes para o fórum.

    A proposta é que a cidade tenha um trânsito com menos vítimas.

    .

    O que foi dito

    "Não dá para aceitar que uma cidade com cerca de 95 mil habitantes tenha um dos trânsitos mais violentos do estado do Paraná".

    Olivino Custódio (PSC), presidente da Câmara de Campo Mourão.


    Comentário(s)
  • O Centro Universitário Integrado abriu inscrições para o vestibular de inverno.

    Elas seguem até 22 de maio, com as provas em 1 de junho.

    No presencial, há vagas em 23 cursos, incluindo medicina.

    A inscrição custa R$ 25 até 9 de maio (depois vai para R$ 50), mas para medicina é mais caro (R$ 300).

    Além disso, existem cursos no ensino à distância e no semipresencial, com inscrição gratuita.

    .

    Onde se inscrever

    Presencial: vestibularintegrado.com.br

    Medicina: medicinaintegrado.com.br

    EAD: integradoead.com.br

    Semipresencial: grupointegrado.br


    Comentário(s)
  • Das 25 cidades da região, 20 apresentaram 27 tipos de agrotóxicos na água consumida pela população.

    Em Juranda, 24 deles estão acima do limite de segurança da União Europeia.

    Em Goioerê 14 estão acima desse limite e em Campo Mourão 13.

    As próprias empresas de abastecimento fazem os testes e encaminham o resultados para o Ministério da Saúde.

    O levantamento foi divulgado pela Repórter Brasil, Agência Pública e a organização suíça Public Eye.

    .

    Agrotóxicos na água*

    Altamira do Paraná: 27 (0)

    Araruna: 27 (1)

    Barbosa Ferraz: 27 (0)

    Boa Esperança: 1 (0)

    Campina da Lagoa: 27 (0)

    Campo Mourão: 27 (13)

    Corumbataí do Sul: 27 (1)

    Engenheiro Beltrão: 27 (0)

    Farol: 27 (0)

    Fênix: 8 (0)

    Goioerê: 27 (14)

    Iretama: 27 (0)

    Janiópolis: 27 (0)

    Juranda: 27 (24)

    Luiziana: 27 (0)

    Mamborê: 27 (7)

    Moreira Sales: 25 (0)

    Nova Cantu: 27 (0)

    Peabiru: 0 (0)

    Quarto Centenário: 27 (0)

    Quinta do Sol: 27 (0)

    Rancho Alegre do Oeste: 27 (0)

    Roncador: 27 (0)

    Terra Boa: 27 (0)

    Ubiratã: 27 (1)

    *O número entre parênteses é dos pesticidas em quantidade acima do limite de segurança da União Europeia.


    Comentário(s)
  • Iretama - O prefeito Wilson Bratac decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito Humberto Gomes Martins, que governou o minicípio de 1983 a 1988. Ele morreu em Campo Mourão, após uma cirurgia cardíaca. Martins era agricultor. Foto: Iretama em Foco

    Roncador - A prefeita Marília Gonçalves vai se licenciar do perído de 9 de maio a 2 de junho. Será para uma viagem ao exterior para tratar de assuntos particulares. Assumirá a prefeitura o vice-prefeito Mario Choptian. A licença já foi aprovada pela Câmara.

    Luiziana - A Câmara de Vereadores aprovou as contas das prefeitura de 2011 e 2014. São o primeiro e último ano do segundo mandato do então prefeito Cláudio Pol. A aprovação seguiu recoomendação dada em parecer do Tribunal de Contas do Estado.


    Comentário(s)
  • Os cliques são de Sertaneja, onde o secretário de Estado Márcio Nunes participou de mais uma etapa de sotura de peixes. Desta vez com direito a banho no rio e tudo. Na hora dos discursos, o abraço do deputado Luiz Cláudio Romanelli. Foto: Dênis Ferreira Netto


    Comentário(s)
  • O Tribunal de Contas do Estado aprovou com ressalva as contas de 2015 da prefeitura de Engenheiro Beltrão.

    Apesar da aprovação, sobrou multa para o ex-prefeito Elias Lima.

    É que uma das ressalvas foi por atraso na entrega de dados.

    A outra ressalva foi por problema sanado durante a análise do TC.

    Lima pode recorrer para tentar se livrar da multa.


    Comentário(s)
  • Foi confirmada nesta segunda-feira a realização da Festa do Carneiro ao Vinho.

    O prato típico de Peabiru será servido dia 18 de agosto.

    A confirmação saiu durante reunião do prefeito Júlio Frare com representantes de entidades.

    Serão colocados 3.200 convites à venda.

    Frare disse que existe a possibilidade de um "grande show" no sábado à noite, véspera do prato típico.

    .

    Quem são os parceiros

    Lions Cub

    Rotary Club

    Loja Maçônica Rui Barbosa

    Loja Maçônica Caminho de Peabiru

    Igreja Católica


    Comentário(s)
  • 1) A prefeitura realiza audiência públia nesta terça-feira (19h) para discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020. Será no mini-auditório.

    2) A Santa Casa de Campo Mourão presta contas e elege nova diretoria nesa terça-feira (18h30). O presidente Pedro Montans Baer deve ser reeleito.

    3) O Observatório Social oficializa nesta terça-feira (18h30) a advogada Carolina Sequinel como presidente. Vai substituir Roberval Ruscetto.

    4) O calendário das datas especiais e horários do comércio é tema de reunião nesta quarta-feira (18h30), na Acicam. O convite é para os comerciantes.


    Comentário(s)
blz.com.br